Vendas

Descubra 3 formas de vender comida pela internet

Descubra 3 formas de vender comida pela internet

Você já vende comida em seu bar ou restaurante, mas gostaria de expandir as vendas para o universo online?

Ou gostaria de iniciar um novo negócio exclusivamente online no ramo alimentício?

Então confira 3 formas de vender comida pela internet para escolher a maneira que melhor atenderá suas expectativas e necessidades:

E-commerce

A forma mais tradicional e profissional para vender comida online é montar um e-commerce.
Nele, você consegue disponibilizar a lista de produtos ou o cardápio, preços e modelo de carrinho de compras para que os clientes escolha todos os pratos/produtos, faça o pagamento e finalize o pedido.

O e-commerce pode ser criado por um programador exclusivamente para seu estabelecimento ou você pode usar fornecedores que disponibilizam um site com uma base pronta que será apenas customizada com as informações do seu negócio.

No e-commerce você pode disponibilizar várias formas de pagamento, entrega e vincular a ele outros conteúdos como site institucional, blog com artigos relacionados ao seu negócio, bate-papo, entre outras funcionalidades.

Plataformas como Loja Integrada, XTech Commerce, Magento, Shopify entre outras, oferecem ferramentas para você crescer o seu negócio online.

Aplicativo

Outra maneira de utilizar a internet para vender comida online é por meio de aplicativos focados em restaurantes como o IFood e Pedidos já. Para utilizar esse método, é preciso entrar em contato com a área comercial dos aplicativos, fazer o cadastro do seu estabelecimento, disponibilizar suas informações para acesso dos clientes e responder/atender aos pedidos que chegarão pelo sistema.

É muito interessante estar presente nesse novo canal para não perder espaço para a concorrência e atingir os clientes em qualquer local que eles estiverem, até porque eles utilizam o GPS dos Smartphones para apontar os restaurantes da redondeza.

Outra opção interessante é você ter o seu próprio site ou aplicativo de delivery como por exemplo usando o Delivery Direto.

Redes sociais

Outro método bastante utilizado de venda online são as redes sociais.
É possível criar uma página no Facebook e um perfil no Instagram para divulgar os produtos.
A interação com os clientes, nesse caso, é feita por meio de comentários e mensagem (in box/direct).

Para que esse método funcione é preciso ter uma pessoa dedicada exclusivamente ao acompanhamento das redes sociais para não demorar no atendimento, nem deixar nenhum pedido passar despercebido.

Outra ferramenta indispensável hoje em dia é atendimento pelo Whatsapp, muitas vendas são fechadas pelo aplicativo, então, não deixe de integrar o Whatsapp aos seus canais de atendimento.

Vale ressaltar que usar as redes sociais como única maneira de venda online não é o ideal. Elas são mais eficientes quando usadas para potencializar a divulgação do negócio ou e-commerce.

Agora que você conhece as 3 principais formas de vender comida pela internet, escolha a ou as melhores para o seu negócio e mergulhe no universo online em busca de novos clientes.

Gostou do artigo?
Então confira também: Como escolher a embalagem do meu Delivery de comida japonesa?

Marcelo Asamura

Especialista em Marketing Digital, apaixonado por Gastronomia. Tem formação em Administração, Contabilidade e Direito.

Comentários

  1. RosenildoResponder

    Sou cozinheiro gostaria de fazer comida em casa pra vender pelo aplicativo

    • Marcelo AsamuraResponder

      Rosenildo, tudo bom?
      Que tipo de comida seria?

  2. Solange CavalcanteResponder

    Percebi que há muita demanda por refeições a domicílio neste momento de pandemia mundial. Faço pratos caseiros e muito apreciados por meus familiares e amigos, cozinho a mais de 30 anos. Vejo uma oportunidade de negócio com o que amo fazer, cozinhar comidas caseiras.
    Qual sua orientação para começar a vender pela internet comidas caseiras?

    • Marcelo AsamuraResponder

      Solange, tudo bom?
      Passo 1:
      Faça uma pesquisa de mercado, avalie que tipo de comida estão oferecendo na sua região.
      Veja se tem algum concorrente forte ou não.
      Como fazer isso?
      Simples, pesquise no Google “tipo comida + cidade”, “tipo comida + bairro”, avalie os resultados da busca.
      Passo 2:
      Acesse aplicativos como iFood, Uber Eats e Rappi e avalie quem atende na sua região. (caso eles atendam a sua região, se for cidade pequena, pesquise em sites regionais)
      Analise o cardápio, preços, prazo de entrega, valor da entrega. Se for o caso, teste o concorrente fazendo um pedido.
      Passo 3:
      Faça uma prova de conceito, comece atendendo familiares e amigos, ofereça sua comida a preços mais acessíveis pedindo em troca avaliação do produto.
      Teste o sabor, a embalagem, o tempo de entrega, mas sempre avaliando custos e margem de lucro.
      Não tente atender todo mundo de uma só vez, atenda bem poucos clientes e depois de estar com o processo operacional e de atendimento funcionando bem, aí aumente a captação de clientes.
      Melhor forma de aumentar os clientes num primeiro momento é pedir indicações.
      Passo 4:
      Estando tudo certo, aí você tem 2 opções:
      1) Usar os aplicativos de Delivery citados para expandir a sua base de clientes: iFood, Uber Eats e Rappi (recomendo verificar se consegue manter a comissão para para eles que é bem alta)
      2) Usar aplicativo próprio para Delivery, não teria uma base grande de clientes, mas você cresceria aos poucos, ganhando novos clientes de forma natural. Tenha em mente que isso é um investimento, faça esse investimento depois de estar tendo algum lucro relevante com o seu negócio.
      Temos um curso online que ensina a montar um negócio de delivery de Sushis, mas apesar de ser específico, temos dicas bem interessantes para quem quer começar.
      Baixe nosso livro digital gratuito: https://foodweb.com.br/como-montar-delivery-sushis-foodweb/
      Pode não ser para o mesmo tipo de culinária, mas ajuda quem quer começar.

  3. HelenaResponder

    Trabalho com queijos,premiados, curados,semi curados etc… E gostaria de vender on line,qual tipo de profissional que devo contratar para montar a loja virtual

    • Marcelo AsamuraResponder

      Existem várias agências digitais que oferecem lojas virtuais, mas para começar existem algumas opções simplificadas como: https://lojaintegrada.com.br/ ou https://www.nuvemshop.com.br/ Tente pedir recomendação de profissionais para essas empresas. O custo de abrir uma loja virtual atualmente é baixo, mas é necessário muito conhecimento para operacionalizá-la. Colocar a loja no ar é só o primeiro passo, depois você precisa aprender a vender pela internet e isso significa entender de marketing digital.

  4. BIANCAResponder

    Oi, estou trabalhando com produção de francisquitos e preciso turbinar minhas vendas, pensei em divulgar em alguns apps, é muito burocrático?

    • Marcelo AsamuraResponder

      Bianca, tudo bom? Você já tem CNPJ?

  5. Márcia FalciResponder

    Boa noite! Preciso ter CNPJ para vender conservas e geléias na internet?

    • Marcelo AsamuraResponder

      Não precisa ter CNPJ, daria para vender pelo Whatsapp por exemplo, mas se quiser sofisticar ou automatizar alguns processos de venda, aí sim, você precisar formalizar a empresa. Ex. vendas em marketplaces, loja virtual ou aplicativos.

  6. Nilza goncalves de souza cruzResponder

    Trabalho com petiscos quero vender pela internete e vender muito

  7. vivi docesResponder

    vendo doces

  8. Kamila SchetinoResponder

    Vendo massa e gostaria de aumentar minhas vendas pelas redes sociais e plataformas de delivery

  9. Edna Félix Pereira De PaulaResponder

    Ola bom dia montei no instagram vendas de comidas saudável congeladas para cães , divulguei bem bonitinho só que ate agora não conseguir fazer nenhuma venda tenho mais de mil seguidores e gostaria de saber o que eu tenho de fazer para conseguir vender.? A onde eu estou errando. Grata se puder me orientar.Edna

    • Marcelo AsamuraResponder

      Edna, tudo bom?
      Esse nicho de mercado é para pets, então muda bastante a abordagem em relação ao mercado de gastronomia (refeições ou delivery para “humanos”).
      No caso de comida saudável eu creio que o mais importante é a recomendação de outros clientes, pois ninguém compra comida para o seus cães se não tiver garantia de procedência do alimento.
      O que a pessoa compra normalmente é a solução para um problema dela, no caso, problema do cão dela.
      Ex. a sua comida resolve qual ou quais problemas? Obesidade? Reduz a probabilidade dele ter doenças? Por que ela é mais nutritiva que a ração normal? Quais são os diferencias do seu produto?
      Número de seguidores não significa que vai gerar vendas, muitos perfis possuem milhares de seguidores, mas não geram vendas, pois não possuem autoridade no assunto ou uma oferta atraente.
      Quem é o maior do seu mercado (concorrente)? Você já avaliou como ele faz para vender? Ele que vende ou é o veterinário que recomenda a venda?
      Entender o processo de vendas é tão importante quanto divulgar o seu produto.
      Espero ter ajudado um pouco.

  10. Cícero RicardoResponder

    Marcelo estava procurando algo pra vender pela internet relacionado a comida, aí vi suas dicas , principalmente a que vc deu pra Rosângela quero empreender nesse segmento gosto muito de cozinhar mais sei que só isso não é o suficiente, não aguento mais viver nessa condição, mais não sei por onde começar

    • Marcelo AsamuraResponder

      Cícero, tudo bom?
      O primeiro passo é estudar o seu mercado.
      Ex. dependendo da sua região, você descobre que faltam restaurantes japoneses, hamburguerias ou comida árabe, etc…
      Desta forma, você começa a entender o mercado e saber o que você deveria abrir como negócio de alimentação.
      No momento, o melhor mercado para iniciar é o de delivery devido à pandemia.
      Se você não entender nada de gestão de empresas por exemplo, o ideal é aprender a gerenciar um negócio com cursos ou conteúdos online ou ter um sócio que entenda do assunto, principalmente de finanças.
      Se descobrir uma oportunidade de mercado, o primeiro passo é oferecer o seu produto para amigos e familiares, você precisa ter feedback (avaliações) do seu produto.
      Pode vender a um preço mais acessível ou até oferecer degustações (amostras) em troca de avaliações.
      Com as avaliações, você consegue saber o que melhorar em termos de sabor, quantidade, qualidade, embalagem, etc…
      Aí é o momento de ir em frente para oferecer para o mercado em geral, ofereça para conhecidos o seu produto.
      Faça uma arte gratuitamente no canva.com por exemplo e divulgue via whatsapp com os seus dados de contato.
      Peça para amigos e familiares divulgarem também. Lembrando que em se tratando de comida, fotos vendem, tem que tirar belas fotos.
      Um smartphone com uma boa câmera e iluminação pode ajudar bastante na produção das fotos.
      Esse seria o começo de tudo, mas não existe empreendedor que não vai à campo, você tem que correr alguns riscos e acreditar no que você faz.
      Antes de vender pela internet, o mais importante é pensar na sua atividade como um negócio, ele tem que estar minimamente estrutura e oferecer a confiança necessária para o cliente.
      Algumas pessoas começam vendendo brigadeiros na rua, outros compram um carrinho de hot dog, mas o mais importante é sempre dar o primeiro passo.