Curso Online de Confeitaria Japonesa Tradicional Wagashi – Completo

Carga de 12 horas

Para Quem é Este Curso de Wagashi?

O Curso de Confeitaria Japonesa é para todas as pessoas que pretendem aprender a fazer Deliciosos Doces Japoneses Tradicionais conhecidos como Wagashi.

São receitas milenares passadas de geração para geração pelas avós de imigrantes nikkeis ou que você só conseguirá aprender se for até o Japão.

Se você não tem uma fortuna para gastar indo até o Japão e ainda ter que pagar por cursos caríssimos em ienes ou dólares, aproveite a oportunidade para aprender a fazer Doces Japoneses Tradicionais com um dos maiores especialistas do Brasil.

Nossa metodologia fornece ao aluno toda a segurança que ele precisa, ensinamos por meio de Receitas Passo a Passo e Apostilas Detalhadas para complementar o aprendizado.

Cesar Yukio é um chef com muita experiência e uma Grande Referência em Confeitaria Japonesa, está sempre na mídia, sendo convidado para cursos, eventos e entrevistas no Brasil, Japão, Estados Unidos e Colômbia.

Esteve diversas vezes no Japão se atualizando sobre as Principais Tendências e sobre a Gastronomia Japonesa.

Acreditamos que a gastronomia une e transforma pessoas e a Confeitaria Japonesa precisa ser ensinada para milhares de pessoas por oferecer doces com grande apelo visual e com pouco açúcar, sendo muito mais saudável para todos.

Curso de Wagashi com o Chef Cesar Yukio – Completo:
Módulo 1: Fundamentos
Tópico 1: Introdução
Nesta aula, o professor Cesar Yukio vai te explicar o que é Wagashi e te trazer para este mundo maravilho da Confeitaria Japonesa Tradicional.
Tópico 2: Mochi Tradicional
O Mochi ou Moti é um dos doces mais apreciados no Japão e atualmente cada vez mais popular no mundo todo. É um bolinho feito de arroz glutinoso (motigome) indispensável no Ano Novo (Oshogatsu). Tem diversas formas de apresentação, cores variadas e diferentes modos de servir.
Tópico 3: Gyuhi
Gyuhi é uma variedade de mochi (mais macio que é feito arroz glutinoso (Motigome) ou Mochiko, a farinha de arroz. Ele é mais delicado e originário de Kyoto no Japão, é utilizado como ingrediente no Nerikiri, uma variedade de Wagashi.
Tópico 4: Anko Koshian
Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko koshian é a pasta de feijão doce lisa, ou seja, não aparece os grãos do feijão na pasta.
Tópico 5: Anko Tsubuan
Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko tsubuan é a pasta de feijão doce com grãos do feijão azuki.
Tópico 6: Anko Shiroan
Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko shiroan é a pasta de feijão doce branca, ou seja, você utiliza outro tipo de feijão, o feijão branco ou fava.
Módulo 2: Doces Japoneses Tradicionais:
Tópico 7: Ichigo Daifuku
Ichigo Daifuku é um dos doces tradicionais do Japão mais populares e deliciosos, é uma combinação perfeita de morango, anko e mochi. Daifuku em japonês significa “Grande Sorte”. O mais tradicional é com mochi branco com recheio de anko e morangos frescos, mas você pode utilizar outros recheios e outras frutas.
Tópico 8: Mitarashi Dango 
Mitarashi Dango, um doce típico japonês que consiste em bolinhas servidas no espeto. O doce é feito de Mochiko e costuma ter 3 bolinhas e uma calda por cima. Mitarashi é o nome do rio que acabou se tornando o nome do molho utilizado no Dango Tradicional.
Tópico 9: Warabi Mochi
Warabi Mochi é um doce clássico do Japão, lembra o doce “Delícia turca”, é um doce bem macio que lembra uma gelatina e coberto com kinako (farinha de soja torrada). É uma sobremesa popular no verão, mas pode ser consumida em outras épocas do ano.
Tópico 10: Ohagi
Ohagi ou Botamochi são bolinhas de arroz mochigome cobertas por anko (doce de feijão), kinako (farinha de soja torrada) ou gergelim. A origem do nome vem de Hagi que é uma espécie de flor típica do outono no Japão, é um doce saudável e nutritivo.
Tópico 11: Yokan
Yokan ou Youkan é um doces mais típicos do Japão, tem um textura e sabor muito agradáveis, é feito de agar agar (gelatina de algas marinhas) em uma combinação com anko (pasta de feijão azuki). É comumente servido com chá verde, você pode varias os recheios do seu Yokan para criar diferentes texturas e cores.
Tópico 12: Nerikiri
Nerikiri é um doce fantástico pela sua beleza, é um doce em forma de Arte!
Eles são trabalhados para criar cores, aromas e formas diferentes que atraem pela sua beleza e delicadeza. O Nerikiri é categorizada como “Jonamagashi” que é o nome dado às peças mais artísticas e de alto padrão da confeitaria japonesa. Com certeza, o Nerikiri vai te encantar!
Tópico 13: Kingyoku
Kingyoku é um doce japonês feito com agar agar (gelatina de algas marinhas), é um doce mais comum no verão, você vai sempre encontrar essas sobremesas delicadas com temas coloridos utilizando frutas e flores diversas. A transparência do agar agar e as cores vivas tornam o Kingyoku uma verdadeira obra de arte.
Tópico 14: Mizu Shingen Mochi
Mizu Shingen Mochi também conhecido como “Raindrop Cake” ou Bolo de chuva, é uma sobremesa que ganhou notoriedade no Japão em 2014 e depois virou uma sensação internacional depois de se viralizar. Mizu significa água e Shingen Mochi é um tipo de doce de arroz da região de Yamanashi. É uma bela e refrescante sobremesa com poucas calorias.
Tópico 15: Anmitsu
Anmitsu é uma sobremesa completa muito apreciada no Japão, ela inclui anko, frutas variadas, kanten e é coberta com uma calda especial (mitsu). Você pode optar por incluir bolinhos de arroz (dango) para complementar. Em alguns casos, ela é servida com sorvete de creme ou de matchá. É uma sobremesa refrescante e deliciosa!
Tópico 16: Annin doufu
Annindofu ou Almond Tofu é uma sobremesa ideal para dias quentes. É uma gelatina feita de agar agar com sabor de amêndoas adocicada. Ela é tradicional na culinária chinesa, mas ficou muito popular na culinária japonesa. Para quem adora gelatinas, é uma sobremesa indispensável.
Tópico 17: Fukashi Manju
Fukashi Manju é recheado com doce de feijão e cozido no vapor, é um doce leve e saudável muito apreciado pelos japoneses. É uma variação do pão chinês que os monges budistas chineses trouxeram para o Japão. Essa versão de Manju é uma das mais populares.
Topico 18: Sata Andagi
Sata Andagi é um bolinho frito tradicionalmente originário de Okinawa, ilha ao sul do Japão. Ele é um bolinho leve, crocante por fora e macio por dentro. O doce ficou popular também no Havaí nos Estados Unidos. No dialeto de Okinawa Sata significa ‘açúcar”, Anda significa “óleo” e Agi significa “fritar”. É simplesmente irresistível.
Tópico 19: Dorayaki
Dorayaki é uma panqueca tradicionalmente recheada com feijão azuki, mas pode ter outros recheios variados como creme, chantili, frutas, entre outros. É o lanche predileto do Doraemon, um dos personagens mais populares do anime japonês. Dora significa “gongo” e yaki significa “cozido”. Um doce imperdível e muito popular em Festivais de Cultura Japonesa. É um doce que faz filas quando preparado na hora!
Tópico 20: Taiyaki
Taiyaki é doce muito especial por ser um bolo em formato de peixe, seu formato é inconfundível. Tai é um peixe chamado pargo que é bastante apreciado no Japão, e yaki é assado, o recheio mais comum é de anko, mas você pode encontrar com outros recheios como creme, chocolate e queijo. A forma de preparar é bastante similar ao Waflle que você colocar na forma para dar o famoso formato de peixe.

Objetivo

Curso de Confeitaria Japonesa Tradicional, aprende os segredos da confeitaria milenar do Japão neste curso inédito.

Descubra as técnicas e receitas exclusivas que você pode colocar em prática sem ter que ir ao Japão e gastar uma fortuna.

Público Alvo

- Fãs de Confeitaria
- Amantes da Culinária Japonesa
- Donos de Restaurantes Japoneses
- Pessoas que querem aprender a fazer doces mais saudáveis com menos açúcar
- Amantes de Doces
- Amantes de Cultura Japonesa

Pré-requisitos

Alguns utensílios específicos para confeitaria japonesa e alguns ingredientes orientais.

Nível do curso

Intermediário

Nesta aula, o professor Cesar Yukio vai te explicar o que é Wagashi e te trazer para este mundo maravilho da Confeitaria Japonesa Tradicional.

O Mochi ou Moti é um dos doces mais apreciados no Japão e atualmente cada vez mais popular no mundo todo. É um bolinho feito de arroz glutinoso (motigome) indispensável no Ano Novo (Oshogatsu). Tem diversas formas de apresentação, cores variadas e diferentes modos de servir.

Gyuhi é uma variedade de mochi (mais macio que é feito arroz glutinoso (Motigome) ou Mochiko, a farinha de arroz. Ele é mais delicado e originário de Kyoto no Japão, é utilizado como ingrediente no Nerikiri, uma variedade de Wagashi.

Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko koshian é a pasta de feijão doce lisa, ou seja, não aparece os grãos do feijão na pasta.

Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko tsubuan é a pasta de feijão doce com grãos do feijão azuki.

Anko é uma pasta doce de feijão azuki (vermelho). Ela serve com base para diversos doces japoneses tradicionais como: mochi, manju, dorayaki, anmitsu, yokan, entre outros. O Anko shiroan é a pasta de feijão doce branca, ou seja, você utiliza outro tipo de feijão, o feijão branco ou fava.

Ichigo Daifuku é um dos doces tradicionais do Japão mais populares e deliciosos, é uma combinação perfeita de morango, anko e mochi. Daifuku em japonês significa “Grande Sorte”. O mais tradicional é com mochi branco com recheio de anko e morangos frescos, mas você pode utilizar outros recheios e outras frutas.

Mitarashi Dango, um doce típico japonês que consiste em bolinhas servidas no espeto. O doce é feito de Mochiko e costuma ter 3 bolinhas e uma calda por cima. Mitarashi é o nome do rio que acabou se tornando o nome do molho utilizado no Dango Tradicional.

Warabi Mochi é um doce clássico do Japão, lembra o doce “Delícia turca”, é um doce bem macio que lembra uma gelatina e coberto com kinako (farinha de soja torrada). É uma sobremesa popular no verão, mas pode ser consumida em outras épocas do ano.

Ohagi ou Botamochi são bolinhas de arroz mochigome cobertas por anko (doce de feijão), kinako (farinha de soja torrada) ou gergelim. A origem do nome vem de Hagi que é uma espécie de flor típica do outono no Japão, é um doce saudável e nutritivo.

Yokan ou Youkan é um doces mais típicos do Japão, tem um textura e sabor muito agradáveis, é feito de agar agar (gelatina de algas marinhas) em uma combinação com anko (pasta de feijão azuki). É comumente servido com chá verde, você pode varias os recheios do seu Yokan para criar diferentes texturas e cores.

Nerikiri é um doce fantástico pela sua beleza, é um doce em forma de Arte!
Eles são trabalhados para criar cores, aromas e formas diferentes que atraem pela sua beleza e delicadeza. O Nerikiri é categorizada como “Jonamagashi” que é o nome dado às peças mais artísticas e de alto padrão da confeitaria japonesa. Com certeza, o Nerikiri vai te encantar!

Kingyoku é um doce japonês feito com agar agar (gelatina de algas marinhas), é um doce mais comum no verão, você vai sempre encontrar essas sobremesas delicadas com temas coloridos utilizando frutas e flores diversas. A transparência do agar agar e as cores vivas tornam o Kingyoku uma verdadeira obra de arte.

Mizu Shingen Mochi também conhecido como “Raindrop Cake” ou Bolo de chuva, é uma sobremesa que ganhou notoriedade no Japão em 2014 e depois virou uma sensação internacional depois de se viralizar. Mizu significa água e Shingen Mochi é um tipo de doce de arroz da região de Yamanashi. É uma bela e refrescante sobremesa com poucas calorias

Anmitsu é uma sobremesa completa muito apreciada no Japão, ela inclui anko, frutas variadas, kanten e é coberta com uma calda especial (mitsu). Você pode optar por incluir bolinhos de arroz (dango) para complementar. Em alguns casos, ela é servida com sorvete de creme ou de matchá. É uma sobremesa refrescante e deliciosa!

Annindofu ou Almond Tofu é uma sobremesa ideal para dias quentes. É uma gelatina feita de agar agar com sabor de amêndoas adocicada. Ela é tradicional na culinária chinesa, mas ficou muito popular na culinária japonesa. Para quem adora gelatinas, é uma sobremesa indispensável.

Fukashi Manju é recheado com doce de feijão e cozido no vapor, é um doce leve e saudável muito apreciado pelos japoneses. É uma variação do pão chinês que os monges budistas chineses trouxeram para o Japão. Essa versão de Manju é uma das mais populares.

Sata Andagi é um bolinho frito tradicionalmente originário de Okinawa, ilha ao sul do Japão. Ele é um bolinho leve, crocante por fora e macio por dentro. O doce ficou popular também no Havaí nos Estados Unidos. No dialeto de Okinawa Sata significa ‘açúcar”, Anda significa “óleo” e Agi significa “fritar”. É simplesmente irresistível.

Dorayaki é uma panqueca tradicionalmente recheada com feijão azuki, mas pode ter outros recheios variados como creme, chantili, frutas, entre outros. É o lanche predileto do Doraemon, um dos personagens mais populares do anime japonês. Dora significa “gongo” e yaki significa “cozido”. Um doce imperdível e muito popular em Festivais de Cultura Japonesa. É um doce que faz filas quando preparado na hora!

Taiyaki é doce muito especial por ser um bolo em formato de peixe, seu formato é inconfundível. Tai é um peixe chamado pargo que é bastante apreciado no Japão, e yaki é assado, o recheio mais comum é de anko, mas você pode encontrar com outros recheios como creme, chocolate e queijo. A forma de preparar é bastante similar ao Waflle que você colocar na forma para dar o famoso formato de peixe.

Produção: FoodWeb

Professor: Cesar Yukio

Parceiros:
Hanami Confeitaria
Konbini Produtos Orientais
ABGJ: Associação Brasileira de Gastronomia Japonesa

Patrocínio: Sakura Alimentos
César Yukio

César Yukio

Chef referência em Confeitaria Contemporânea Japonesa conhecida como Yogashi.

Formado em Gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e pelo L’Institut Paul Bocuse.
Para aprimorar ainda mais seu talento, cursou a especialização em Confeitaria também na Universidade Anhembi Morumbi, na École Lenôtre em Paris e o Instituto Mausi Sebess em Buenos Aires. Após, completou sua Pós-Graduação em Organização e Planejamento de Eventos. No mesmo ano ainda alcançou a 3ª colocação na competição Jovens Talentos em Chocolate 2011.

Cesar trabalhou ao lado de grandes chefs como Pierre Hermé, Alex Atala, Erick Jacquin, Amanda Lopes e Helena Rizzo, todos nomes prestigiados com quem aprimorou ainda mais seus conhecimentos.

Durante sua carreira, Cesar chegou a ser o Chef de Bar na empresa Festa das Duas e Chef Executivo da empresa Petit Sweet e Mezzani. Logo seguiu também a carreira de professor, nas empresas Loja Santo Antonio e Bondinho (aonde ministra aulas até hoje), e nas escolas de gastronomia CEG – Centro Especializado em Gastronomia, Atelier Gourmand, Accademia Gastronômica, SENAC, Levain e Chocolate Academy – todas em São Paulo, além de se tornar Personal Chef, dando aulas particulares.

Viaja por todo o país, em especial nas cidades de Manaus, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Aracaju, São Luís e Salvador ministrando aulas de confeitaria e consultorias gastronômicas.
O Chef assina o cardápio de sobremesas do Alma Chef (Belo Horizonte/MG), Empório Fribal (São Luís/MA), Vinya Café (Manaus/AM), Aizomê, Jojo Ramen, Izakaya Cocoro (São Paulo/SP)

E o mundo está se tornando pequeno, pois ministra aulas regularmente nos Estados Unidos, Colômbia e Japão, onde divulga a importância da confeitaria brasileira.